Laser no Estreitamento do Canal Vaginal

TRATAMENTO A LASER NO ESTREITAMENTO DO CANAL VAGINAL

O canal vaginal tem seu diâmetro definido pelo conjunto de músculos do assoalho pélvico e dos ligamentos. Mesmo sem partos vaginais, o relaxamento vaginal pode ser observado pela perda do tônus desta musculatura. A menopausa exacerba (agrava) com menor presença de colágeno e elastina. A Síndrome do Relaxamento Vaginal faz com que a mulher tenha dificuldades nas relações sexuais, minimizando o prazer tanto para ela como para o parceiro, causando desconforto.

É aplicado no canal vaginal em no mínimo duas sessões, sob regime ambulatorial, sem desconforto algum para a paciente e com a mais rápida recuperação o laser  além de ser eficaz em todo o processo do tratamento, promove também aumento do colágeno e elastina, aumentando a vascularização dos tecidos de sustentação vaginal, proporcionando uma redução do diâmetro do canal vaginal e aumentando a percepção do preenchimento vaginal nas relações sexuais. Estes índices de satisfação da paciente oscilam entre 86% à 92%.

É uma técnica que permite à mulher recuperar o tônus vaginal e assim conseguir obter relações sexuais mais satisfatórias. Por mais incrível que pareça, com o laser, não há sangue em toda a região onde é aplicado. O tratamento é feito com anestesia tópica em forma de creme que deve ser aplicado na vagina 30 minutos antes do procedimento ser realizado e dura aproximadamente 10 - 15 minutos, lembrando que todo o procedimento é indolor e sem cortes.



Escolha um horário e marque sua consulta.
Marcar consulta